21/06/2017

Broken Frame: Capítulo 30 • Start of the time



DIA SEGUINTE
LOS ANGELES, 09:00 A.M

          Logo que Selena acordou, não esperava que aquela manhã ensolarada de segunda-feira pudesse ser tão bonita! Ela abriu as portas da varanda de seu quarto, sentiu aquele delicioso calor aquecer sua pele e sorriu. No dia anterior ela e Nicholas haviam procurada orientação médica para se informar mais e também para saber lidar com tudo o que estava acontecendo. Foi bom tanto para ela quanto para ele e as palavras da médica ainda ecoavam em sua cabeça: "Faça o que tiver que fazer, mas não deixe de viver sua vida por causa do que aconteceu." Seus pensamentos foram interrompidos pelo toque de seu celular, poucas eram as ligações que ela realmente estava atendendo, mas essa não teve como ela recusar.  Bom dia!  O tom de voz animado de Iggy preencheu os ouvidos da morena, ela sorriu novamente. 
 Bom dia, Iggy. Como você está?
 Eu estou bem e super animada! Tenho novidades. Quer tomar café da manhã comigo? É sobre o casamento e quero muito sua opinião.

 Café da manhã com você?
 Sim, Selly! Você topa?  Selena virou-se para trás e viu Nicholas saindo do banheiro, ele sorriu para ela. 
 Claro!
 Passo ai em dez minutos, esteja pronta. Beijo!
 Beijo.  Selena desligou e encarrou o aparelho por alguns instantes. Iggy foi uma das primeiras pessoas que conversou com ela e que não iniciou o dialogo com um "Eu sinto muito" ou "Você deve estar péssima" e isso de certa forma levantou seu astral!

 O que faz aqui fora uma hora dessas?
 São nove horas, preguiçoso!  Ela riu baixinho e o abraçou pela cintura, Nick plantou um beijo no topo de sua cabeça. 

 Dormiu bem?
 Melhor impossível e você?
 Muito bem!  Sorriu  Está com fome?
 Ah sim, era sobre isso mesmo que eu ia falar. Iggy acabou de me ligar e me chamou para tomar café com ela, tudo bem?
 Claro, amor.  Ele sorriu  Vá e divirta-se com sua amiga! 

 Mas eu não queria deixa-lo sozinho.
 Eu não vou ficar sozinho, acho que vou dar um pulinho no Kevin. Na volta você pode me encontrar lá e saímos para almoçar, o que acha?
 Gostei da ideia!
 Então é melhor nos arrumarmos.  Ele piscou e os dois entraram para se arrumar. 

          Em exatos dez minutos Iggy chegou, ela parou o carro em frente ao portão e tocou o interfone para avisar que já estava lá fora. Selena saiu sendo acompanhada por Nicholas até o carro importado da loira, Iggy sorriu.  Bom dia, Nick. 
 Bom dia.  Ele retribuiu o sorriso e abriu a porta para que Selena entrasse.  Cuide bem da minha garota, Amelia. 
 Nós temos praticamente a mesma idade, me respeita!  Ela riu  Pode deixar que eu cuido sim. 

 Qualquer coisa me liga.  Nick despediu-se de Selena com um selinho 
 Não se preocupe, eu vou ficar bem.  Elas acenaram e Iggy arrancou com o carro.

          O caminho até uma das cafeterias mais famosas de L.A foi bastante animado, Iggy e Selena conversaram bastante, riram e até cantarolaram algumas canções no radio.  Você chamou Demi para tomar café conosco?
 Ah querida, achei que estivesse sabendo.
 Sabendo?
 Demi está em Orlando com Joe e as crianças, foi algo de ultima hora e infelizmente ela vai ficar de fora da nossa pequena reuniãozinha.  Selena riu baixo. 
 Que pena.  Elas ficaram em silencio por alguns instantes  Mas me conte as novidades, confesso que fiquei curiosa.

 Adivinha onde eu vou me casar?  Iggy sorriu. Os pedidos chegaram, dois cappuccinos e o tradicional pão de queijo brasileiro. 
 Eu sou péssima em adivinhações, prefiro não arriscar.
 EM LAS VEGAS!  Iggy disse aquilo tão alto que chamou bastante atenção para elas e Selena acabou ficando vermelha de tão envergonhada!

 Em Vegas? Isso é incrível!
 Eu sei, nem acreditei quando a organizadora me ligou e disse que haviam conseguido reservar uma das capelas do Hotel Bellagio pra mim. Garbo aprovou totalmente e estamos muito felizes!
 E eu estou feliz por você, amiga.  Ambas sorriram. 

 Vai ser uma cerimonia pequena, apenas para familiares e amigos, mas te garanto que vai ser o casamento do ano!
 Não tenho duvidas disso.  Selena soprou a beirada da xícara e arriscou dar o primeiro gole. 
 Agora estamos planejando a hospedagem dos convidados e também uma festinha de boas vindas. Você acha que é muito exagerado?
 Se tratando de você, acho que não.  Selena deu uma mordida no pão de queijo  Hmmm... delicioso!

 Como assim se tratando de mim?  Iggy arqueou uma das sobrancelhas e Selena riu. 
 Não disse isso por mal, nem nada assim, mas você gosta de uma bagunçinha meio extravagante e... sexy!  Iggy riu após dar um cole em seu café, concordava com o que sua amiga dizia.  Enfim, não acho que seja exagero e o casamento em Vegas vai ser incrível, nunca fui em um casamento lá, o seu vai ser o primeiro.  Ambas sorriram novamente enquanto se olhavam. Selena sentiu um cutucão em seu braço e se virou para o lado para ver quem era. Ela ficou surpresa ao encarrar um lindo garotinho de olhos claros que segurava uma rosa branca nas mãos. 

 Oi rapazinho, por acaso está perdido?  Ela afagou os cabelos dele.
 Eu queria te dar isso.  Estendeu a rosa para ela e Iggy ficou admirada com o gesto do pequeno, ele aparentava ter uns oito anos de idade. 
 Pra mim? Mais que rosa linda! Obrigada.  Selena depositou um beijo no topo da cabeça dele e sorriu.

 Você foi a moça que perdeu o neném e vi que estava triste na TV. Quando minha mamãe fica triste, sempre dou uma flor pra ela, temos muitas por aqui, então acho que funcionou com você também.  Selena assentiu enquanto uma lágrima solitária escorreu por sua bochecha. 
 Obrigada isso foi muito admirável vindo de um garotinho como você.  Ela o abraçou brevemente e lhe deu um beijinho na bochecha. Ele corou e voltou para a mãe saltitando, Selena ficou os observando até sentir o aperto da mão de Iggy na sua. 

 Tudo bem?
 Eu só queria que não doesse tanto, mas estou tentando superar isso e não ficar ainda mais mal do que já estou.
 Quando eu te liguei hoje cedo, não sabia como falar ou o que esperar e foi tão natural o modo como conversamos, por isso não perguntei nada. Me desculpe, talvez isso não tenha sido...

 Não diga isso, foi uma ótima ideia ter me convidado para tomar café.  Selena sorriu para tranquiliza-la  A médica me disse que preciso continuar vivendo minha vida e aceitei o seu convite por fazer parte disso, entende? Sei que não posso ficar trancada em casa esperando que tudo isso passe e por mais que tenha tido receio de sair, me sinto muito bem fazendo isso.  Ela cheirou a rosa e sorriu.  Isso foi uma surpresa e tanto!
 Ah Sel, eu sinto muito.
 Eu sei que sim, mas podemos voltar ao assunto casamento? Me conte mais sobre Vegas.  Iggy assentiu compreendendo que ela não queria mais falar sobre o que havia acontecido com ela. 

 Claro.  Selena sorriu e recolheu sua mão delicadamente enquanto Iggy contava mais detalhes sobre o planejamento do casamento. 

*** 

          Kevin estava ajudando Danielle com o café da manhã quando Nicholas chegou, ele surpreendeu-se ao ver o irmão mais novo ali e logo o colocou para dentro.  Bom dia!  Ambos sorriram. 
 Eu vim numa boa hora? Você parece surpreso.  Kevin riu enquanto adentravam e caminhavam juntos até a cozinha. 
 Você veio numa ótima hora! Acabamos de fazer o café, sente-se que já vamos servir.  Nick assentiu e avistou Alena arriscando alguns passos na direção dele. Um pensamento lhe ocorreu e ele imaginou por uma breve fração de segundos, se aquela criança que haviam perdido teria sido tão graciosa quanto sua sobrinha! Despertou quando Alena caiu sentada no chão, ele rapidamente pegou a garotinha no colo e fez com que ela se acalmasse. 

 Tudo bem, Tio Nick está aqui.  Ela tocou o rosto dele, segurou seu nariz e o apertou de leve. 
 Ti Nichi!  Ele riu e afagou as costas da pequena. 
 Um dia você aprende, pequena.  Nicholas sentou-se ajeitando Alena em seu colo. 

 Bom dia, Nicholas.  Danielle apareceu com uma travessa cheia de biscoitos de canela e sorriu para ele.  Vejo que alguém já te recepcionou. 
 Bom dia, Dani.  Ele retribuiu sorrindo  Sim e ela atá arriscou dizer meu nome, acho que foi a coisa mais fofa que já ouvi hoje! Não é mesmo, Lena?
 Fofa Ela segurou o cordão que ele usava e começou a brincar com ele, Nick riu baixinho. 

 Isso mesmo, você é muito fofa!  Ele fez cocegas na garotinha e ela riu alto. 

 Acho que temos o café completo.  Kevin disse trazendo o leite e a garrafa de café. 
 Pode coloca-la na cadeirinha pra mim?  Dani perguntou para Nicholas e ele assentiu prontamente fazendo aquilo que ela pediu.  Obrigada.  Ele apenas sorriu e sentou-se novamente servindo-se de café e biscoitos. 

 Como está indo?  Kevin arriscou perguntar. 
 Estamos bem.  Ele deu de ombros  Claro que fiquei com raiva de ter isso exposto para Deus e mundo, mas estou me controlando. Se eu arrumasse briga com aquele fofoqueiro, estaria dando trela para que ele continuasse!
 Você agiu corretamente ficando quieto, Nick.  Kevin comentou pensativo encarrando a própria xícara de café. 

 As pessoas abominaram o que ele fez!  Danielle disse. 
 Eu li algumas coisas e outras não gostaria nem de ter lido, mas vai passar.

 E Selena?  Kevin perguntou. 
 Iggy ligou e convidou ela para tomar cafe da manhã. Selena aceitou, mas depois disse que não queria me deixar sozinho, mesmo assim disse que ela deveria ir e aproveitar. Acabou que ela foi e vim para cá, preocupado, mas vim!  Ele riu baixinho  Pedi que ela me encontrasse aqui depois, espero que não tenha problema.
 Não tem problema, quero muito falar com ela.  Danielle sorriu de forma doce e Nick apenas assentiu. 

 Vocês já foram ao médico?
 Fomos ontem e tivemos algumas orientações. Uma senhora nos atendeu, foi bastante gentil e nos deu ótimos concelhos, até me senti melhor depois disso.
 É um alivio.  Kevin sorriu. 

 E Joseph? Vocês tem noticias dele?
 Falei com mamãe hoje cedo no telefone, ele viajou com Demetria e as crianças.
 Em cima da hora, não?

 Com tudo o que aconteceu, acredito que ele se sentiu sufocado. Você viu a briga que rolou na internet?
 Sim, eu vi e tive uma leve impressão de que ele está aprontando pra cima dos dois.
 Não é mera impressão, John me mandou mensagem e disse que a coisa é séria! Parece que Joe perdeu o celular e alguém vai soltar tudo o que tinha lá, ele deve estar pirando.  Kevin comeu um biscoito  Hmmm... estão deliciosos, querida! 
 Obrigada.  Ela agradeceu sorrindo e concentrou-se em dar um pouco de banana amassadinha para Alena. 
 Pirando é pouco!

 Por isso mamãe me ligou e você não vai acreditar no que ela fez.
 Kevin!  Danielle o repreendeu. 
 Dani, eu achei desnecessário e quero saber a opinião do Nick.  Eles ficaram em silencio durante alguns instantes. 
 Que seja.  Ela respondeu baixinho. 

 O que mamãe fez?
 Ligou pro Dr. Morgan e mandou ele ir atrás do Joe. Acredita? Quando "estourou" essa treta toda entre Perez, Demi e Joseph, ela ficou desesperada!
 Ele não vai gostar disso.
 Foi o que eu falei, mas mamãe disse que o doutor sabe ser discreto e que vai fazer com que tudo pareça mera coincidência.

 Não julgo ela por se preocupar, também fiquei preocupado, mas mandar o médico dele até lá... é absurdo!
 Tentei falar com Joe ligando para Demi, liguei para as crianças e por ultimo no resort, mas eles disseram que receberam ordens de "Não incomodar". Preferi não avisar, mas vemos ver o que vai dar.
 Espero que ele não surte.  Nick suspirou e bebericou o café.  Quando ele voltar, vamos sentar e conversar, quero pedir desculpas de todo meu coração. Selena está bem, mas sei que será melhor se ela e Joseph voltarem a ter aquela amizade de antes, eles precisam um do outro. 
 Fico feliz que reconheça isso.

 Eu também.  Nick sorriu e comeu mais um biscoito.  Realmente estão uma delicia, Dani!  Ele elogiou os biscoitos e ela sorriu. . 
 Obrigada, Nicholas.

 TI NICHI!  Alena disse alto batendo as mãozinhas na prato com bananas e eles riram. 

ORLANDO, 10:00 A.M

          Joseph acordou primeiro que Demetria e antes de acorda-la, decidiu pedir o café da manhã no quarto para eles. O telefone não estava funcionando, então ele tomou um banho rápido, vestiu-se e desceu indo até a recepção.  Bom dia, Sr. Carpenter. Posso ajuda-lo?
 Bom dia. Ah sim, o telefone do quarto parou de funcionar e ficaria grato se conseguissem resolver isso.
 Providenciaremos o concerto o mais rápido possível! Peço desculpas pelo inconveniente.

 Vamos sair depois do café, então pode mandar alguém lá depois disso. O.k?
 Como quiser, senhor.
 Obrigado.  Joe sorriu e caminhou até o restaurante para pedir o café da manhã. Ele conversou com o chef responsável pelas refeições e através dele soube que os filhos já haviam acordado e pedido o café. Ele analisou o cardápio por alguns instantes, fez o pedido e agradeceu. Quando estava caminhando para a saída, viu alguém conhecido de relance e voltou para ter certeza de que estava vendo mesmo aquela pessoa!

 Dr. Morgan?  O senhor de cabelos grisalhos olhou para ele e sorriu.
 Joseph.  Eles trocaram um aperto de mãos.
 Me desculpe pelo que vou perguntar agora, mas o que faz aqui?
 Você não é o único que tira férias.  Disse num tom brincalhão e acenou para sua esposa que estava tirando algumas fotos com os netos.

 Não são férias, eu só tirei alguns dias para relaxar e distrair um pouco minha cabeça dos problemas.  Joe suspirou.
 Eu soube, vi o que disseram na televisão. Sinto muito pela perda da sua amiga, como você está com tudo isso?
 Melhor do que estava uma semana atrás, Demi veio comigo e trouxemos as crianças; ela está cuidando de mim.  Sorriu.
 Fico feliz em saber disso.

 Foi um prazer conversar com o senhor, mas preciso ir. Acho que já subiram com nosso café da manhã, então preciso me apressar!  Riu.
 Certo, Joseph. Até mais!  Eles se despediram com outro aperto de mãos, Joe virou-se e saiu.

          Demetria acordou ouvindo batidas na porta, ela rolou na cama e estranhou o fato de Joseph não estar ali. Ela fez careta, enrolou-se de qualquer jeito no lençol e abriu a porta.  Bom dia, Sra. Carpenter. Vim trazer o café da manhã, posso entrar?
 Sim, claro!  Demi piscou um pouco e sentiu as bochechas arderem de vergonha, mas pelo menos era uma senhora.  Obrigada.  Ela agradeceu e a senhora apenas sorriu antes de sair. Quando estava para fechar a porta, Joseph adentrou por ela e sorriu.
 Bom dia, docinho.

 Docinho?  Demi riu dele.
 Certo, isso não funcionou.  Joe fez uma careta e riu.  Bom dia, amor.
 Melhor assim! Bom dia.  Demi lhe deu um selinho e Joe adentrou no quarto. Demi fechou a porta atrás de si, ajeitou o lençol em volta do corpo e caminhou até o marido. Joseph estava observando-a e uma de suas sobrancelhas se arquearam.

 Você abriu a porta enrolada no lençol?
 Abri, vi que se tratava de uma senhora. Relaxa!  Demi soltou o lençol e caminhou nua até o banheiro, ela riu baixinho sentindo os olhos dele lhe acompanhar.

 E o senhor, desceu assim de cabelos molhados lá em baixo? Podia ter me acordado.  Ela disse já adentrando no chuveiro, Joe caminhou até lá e encostou-se na pia.
 Você estava tão serena que não quis te acordar.  Ele sorriu recordando-se de como foi acordar ao lado dela pela primeira vez em tanto tempo desde que eles estavam brigados! Foi uma das melhores sensações.
 O café chegou primeiro que você, aconteceu alguma coisa?
 Não consegui usar o telefone, desci para pedir o café e encontrei uma pessoa. Consegue adivinha quem?

 David.
 Não.

 Hmmm... é alguém que conhecemos?
 Dr. Morgan.  Demi desligou o chuveiro para ensaboar-se e emitiu um "Ó" de surpresa.
 Serio? Que estranho.
 Foi o que pensei e estive pensando até chegar aqui em cima.

 O que ele te disse?
 Que está de férias.
 Pode até ser, mas acho muito coincidência ele aparecer aqui logo depois de chegarmos.

 Quando estava morando na Suíça e Gigi não estava comigo, mamãe costumava mandar ele ir até lá me visitar. Morgan sempre foi uma pessoa muito boa, então nunca fiz desfeita da presença dele, mas na maioria das vezes ele não dizia que minha mãe pedia que ele fosse atrás de mim.
 Você acha que sua mãe pediu que ele viesse?
 Não duvido de nada.  Joe riu baixinho  Ele me disse que ficou sabendo sobre Selena e me perguntou como estava com tudo isso, foi bem ai que desconfiei.

 Você sabe que adoro sua mãe, mas acho que ela exagera um pouco nos cuidados.  Demi enxaguou-se e lavou os cabelos.
 Eu também.  Joe suspirou.
 Já experimentou dizer isso pra ela?
 Sei que ela não faz por mal, apenas por preocupação e para ser bem sincero, não quero magoa-la.  Ele pegou duas toalhas e esperou que Demi lhe estende-se uma das mãos para que pudesse entrega-lhe as toalhas.  Ela já deve estar sabendo sobre o celular, deve ter pensado que eu fosse surtar ou algo assim.

 Disse para minha mãe que cuidaria de você.  Demi enrolou uma toalha nos cabelos e a outra no corpo.  Sei que elas provavelmente já tiveram aquela conversa que mães tem sobre seus filhos.  Demetria saiu do box e secou os pés no tapetinho.
 Como pode ter tanta certeza?
 Eu falei com minha mãe antes de sairmos, disse que iriamos viajar e acabei dizendo que era pra cá. Ninguém mais sabia, então acredito que foi através dela que sua mãe soube e isso explica seu médico no mesmo resort que nós.  Demi sorriu, mas logo depois ficou séria.  É melhor falar com ela quando voltarmos ou eu falo e acredite, não vai querer que eu fale.

 Você fica tão vermelhinha quando está irritada.  Joe brincou com as bochechas dela, uma tentativa de desviar do assunto. "O.K, vamos deixar passar. " Ela pensou e riu baixinho da brincadeira dele.
 Não me deixe sem graça.  Ele desencostou-se da pia e cedeu espaço para que ela escovasse os dentes.  Vamos tomar logo esse café ou ele vai acabar esfriando.
 Pedi seu favorito!  Joe passou um dos braços em torno dos ombros dela e eles saíram do banheiro caminhando juntos.
 Assim você torna difícil pra mim te preparar alguma surpresa, Joe.  Demi pegou o prato com as panquecas e sentou-se numa pequena mesa para refeições. Joseph pegou seu prato com omelete, colocou na mesa e depois fez o mesmo com a jarra de suco, os copos e sentou-se de frente com ela.

 Dormiu bem?  Ele perguntou entre uma garfada e outra do café da manhã.
 Sim e você?  Ela respondeu após colocar calda nas panquecas.
 Bem, na verdade fiquei me perguntando como consegui dormir tanto.  Riu.
 Seu sono acumulou, então deve ser normal.

 Sobre ontem, você está melhor?
 Sim, estou. Não precisa se preocupar.  Ela sorriu e o observou.  Eu olho pra você e tenho impressão de que algo está te incomodando, estou errada?
 Não é nada, apenas perguntei se você esta bem.
 E eu quero saber como você está.

 Estamos mesmo fugindo um do outro?
 Acho que sim.  Ambos riram.
 Precisamos parar com isso.
 Mas você começou!  Demi disse num tom brincalhão e apontou para ele.

 Eu só não quero envolver mais ninguém nos meus problemas, entende? Minha mãe mandando o médico atrás de mim é o de menos agora.  Ele suspirou.
 Então é sobre ela?
 É sobre não envolver mais ninguém e não me tornar o foco "problemático" da família agora. Selena e Nicholas precisam mais do que eu, muito mais! Minha mãe só esta tentando ajudar, falarei com Morgan para tranquiliza-la e tenho certeza de que ela vai ficar em paz.

 Admiro sua capacidade de enxergar o lado bom da situação.
 Estamos tentando, certo?  Ele estendeu uma das mãos e segurou a dela.
 Sim, estamos.  Ela sorriu e retribuiu o aperto dele.  Reconheço que errei com sua amiga, mas você ficou bêbado e foi parar na casa dela. Você não é assim, sei que não e... fiquei muito nervosa!
 Eu faço coisas estupidas quando estou nervoso, com raiva ou extremamente irritado! Não que o fato de ser ansioso justifique isso, claro. Alycia tentou me fazer parar, mas eu não deixei que ela tomasse aquela garrafa de mim e ela só ficou ali do meu lado me ouvindo.

 Então somos dois, mas vamos melhorar juntos. Certo?
 Vamos.

 Eu quero conversar com você sobre tudo.  Os olhos dela brilharam ao falar aquilo, Joe não conseguiu conter o sorriso. As palavras dela saíram carregadas de tamanha sinceridade que ele sentiu o coração bater acelerado no peito!
 Quando eu acho que não posso te amar ainda mais...  Joe se levantou e aproximou-se dela.  Você me prova o contrario!  Ele inclinou-se para beija-la e antes mesmo que seus lábios pudessem se tocar...
 PAPAI!  A voz das três crianças se ecoaram do outro lado da porta.
 MAMÃE!  Novamente os três.

 Crianças.  Eles disseram juntos e riram baixinho.

          Joseph deu um selinho na esposa antes de caminhar apressadamente e abrir a porta pros filhos.  BOM DIA!  Elas adentraram no quarto sorridentes e animadas.
 Já se arrumaram?  Sabrina perguntou após beijar a mãe na bochecha.
 Estávamos terminando de tomar café.  Demi sorriu e levantou-se cumprimentando os pequenos.
 Precisamos ir logo pra curtir bastante!  Samuel disse animadamente e encarrou-se o espelho, ele ajeitou os óculos escuros e Demi olhou imediatamente para Joe. Sam estava uma cópia fiel do pai!

 Vou me arrumar e não demoro, o.k? Nada de bagunça no meu quarto!  Demi passou por Joe e não resistiu, lhe roubou um selinho e continuou caminhando até o closet.
 A definição de OTP acaba de ser definida.  Sabrina sentiu-se no sofá e sorriu para Joe.
 O que é OTP?  Samanta sentou-se ao lado da irmã e Samuel ao lado de Joe. Ele observou suas garotas com brilho no olhar!
 Vou resumir numa única frase para que você entenda, o.k?  A garotinha assentiu  OTP é o mesmo que "par perfeito".
 Quer dizer que quando disse OTP estava falando do papai e da mamãe?  Sabrina assentiu  Digo que temos o OTP mais perfeito se todos!  Joe riu junto com Samuel e sorriu logo depois. Sabrina e Samanta estavam combinando com o mesmo penteado de tranças boqueadoras, as blusas também! Sabrina com "S CARPENTER 01", Samuel com "S CARPENTER 02" e Samanta com "S CARPENTER 03" todos na cor vermelha com detalhes em branco.

 Vejo que formaram um squad.  Joe comentou.
 Sim, mas um squad de três não tem graça.  Samuel comentou, ele estava mirando o teto pensativo e completou:  Estou em desvantagem, são duas meninas e apenas um menino.
 Buddy é o "B CARPENTER 04".  Demi respondeu saindo do closet. Ela vestia uma camiseta branca soltinha, calça legging preta e tênis na mesma cor. Para complementar o look, ela amarrou uma de suas blusas jeans na cintura e passou uma maquiagem leve no rosto.
 Sua mãe tem razão. -Joe riu baixinho.

 Buddy é um filhotinho e nós nem trouxemos ele!  Sam fez careta e Demi aproximou-se do filho beijando-lhe a bochecha.
 O que quer dizer com isso?
 Eu quero um irmão, simples assim.  O garotinho cruzou os braços.
 Apoiado!  As meninas disseram juntas e riram. Joseph arqueou uma das sobrancelhas e trocou olhares com Demetria, ela balançou a cabeça sorrindo de leve.

 Não era vocês que estavam me apressando? Vamos, vamos!  Demi bateu palmas se aproximando das crianças e fazendo com que elas se levantassem do sofá. Joe levantou-se rindo baixo, colocou os óculos e encarrou o próprio reflexo no espelho.
 Está lindo de morrer!  Ela o abraçou por trás e sorriu assim que ele se virou.
 Até que gostei da ideia das crianças, sabia?  Joe comentou baixinho e brincou com os fios rebeldes do cabelo dela colocando-as atrás da orelha.

 Não pode estar falando sério.  Ela respondeu baixinho e encarrou Joe por um tempo, ele definitivamente não estava brincando!  Você está falando sério?  Demi arregalou os olhos rindo.
 Sempre sonhamos com uma família grande.  Ele beijou-lhe o topo da cabeça e sorriu.
 Preciso processar isso.  Ela disse sorrindo e corando um pouco.

 VAMOS LOGO!  As crianças gritaram da porta.
 É melhor irmos ou vão acabar nos expulsando do resort.  Ambos riram e saíram de mãos dadas.

***
"O festival beneficente organizado e apresentado por Joseph Carpenter arrecadou o dobro do valor estipulado e os participantes não lhe pouparam elogios! O festival aconteceu no último sábado e contou com grandes nomes da música, como: Sia, Ed Sheeran e Lucas Graham. A banda One Direction e as girlbands Fifth Harmony e Little Mix. Novos talentos e grandes promessas como: Zara Larsson, Bea Miller, Sabrina Carpenter e Daya. Entre outras artistas de grande influencia na música! Com um vasto repertorio e inúmeras atrações no parque, o Hope Festival foi um grande sucesso, se tornando assim o assunto mais comentado da internet durante todo o dia. Joseph desdobrou-se em mais uma ação de caridade e seus fãs não poderiam estar mais orgulhosos!"

          Alycia descansou o jornal em cima da mesa, retirou os olhos e esfregou um pouco os olhos numa tentativa de mante-los bem abertos. Entre uma consulta e outra, ela lia um dos livros que precisava para seus trabalhos da faculdade e comia alguma coisa.  Não acha que está na hora de ir embora?  Toby perguntou sorrindo e ela retribuiu igualmente. Desde o primeiro encontro, eles estavam mais próximos, não que algo já tivesse rolado, estavam indo devagar e Alycia estava feliz com isso.
 Eu acho que...  Ela analisou rapidamente a bagunça de papeis em cima da mesa, colocou os óculos outra vez e franziu o cenho.

 Me disseram que você terminou suas consultas e já pode ir, acho que está um pouco perdida.  Ele riu baixinho e aproximou-se para ajuda-la com aquela bagunça.
 Não precisa, deixa que eu arrumo.  Ela se colocou de pé e começou a arrumar os papeis. O celular tocou em cima da mesa dela, Alycia atendeu prontamente e disse:  Alô.
 Dra. Alycia Carey?
 Sou eu. Quem está falando?
 Alguém que precisa de uma informação.

 Que tipo de informação?
 Sabemos que tem contato direto com Joseph Carpenter. Qual é sua relação com ele?
 Minha relação com ele? Somos apenas amigos, mas espera um pouco... Quem é você?

 Não acredito numa única palavra que me disse, doutora.  A risada ao outro lado da linha fez com que Alycia sentisse arrepios!
 Que porra é essa?! Você liga no meu celular, diz que precisa de informação, pergunta sobre o Joe e agora diz que não acredita que somos amigos?

 Com licença.  Toby tomou o celular da mão dele.
 O que você pensa que está fazendo interrogando minha mulher? Seja lá o que você suponha que ela tem com o Joseph, não é real!
 Tem certeza do que esta falando?
 Absoluta!

 Eu gosto de gente que diz a verdade e tem você sorte de ser uma delas, rapaz.
 Sorte é?
 Você não gostaria de estar envolvido na próxima bomba atômica de Hollywood.  Então foi sobre ele que Joseph mencionou no e-mail?

 Perez?  A única coisa que Toby ouviu além da risada, foi o baque do telefone. O desgraçado havia desligado na cara dele!  Merda.

 O que foi?  Toby virou-se para ela.
 Como você atende o celular sem saber quem é? E ainda por cima responde perguntas? Alycia isso é coisa séria!
 Eu estou meio desnorteada.  Ela sentou-se e massageou as têmporas.

 Você não recebeu o e-mail de Joseph?
 Que e-mail?
 Comentei com você mais cedo, não se lembra?  Ela ficou pensativa por um tempo.
 Não me lembro.
 Eu falei, você até assentiu e... óbvio que não estava me ouvindo!

 Você é a pessoa mais calma que conheço e ainda estou tentando entender, então me diz... o que esta acontecendo?
 Demi e Joe brigaram com um fofoqueiro "boca quente". Joe perdeu o celular e agora estão ameaçando ele, disseram que vão soltar na internet tudo o que tem no aparelho lá! Óbvio que te ligaram por estar na lista de contatos, ele avisou e pediu desculpas, recomendou ate que trocássemos de numero para evitar algum tipo de incomodo.
 Meu Deus, eu não fazia ideia que isso estava acontecendo!  Ela suspirou  Estou em semana de provas e tem sido bem puxado pra mim, você sabe. Droga! Agora eu realmente me sinto péssima por ter respondido aquele cara, nem sei onde estava com minha cabeça. Acha que isso pode prejudica-lo de alguma forma?
 Eu dei um basta, ele acreditou em mim.  Toby sorriu para tranquiliza-la  O que acha de ir para casa e descansar? Eu te levo, vamos.  Ele pegou a bolsa dela, os livros e estendeu uma das mãos para ela. Ele estava se saindo um cavalheiro e tanto, assim ficava difícil de resistir! Alycia aceitou de bom grado, segurou na mão dele e se levantou.

 Confesso que você foi bastante convincente, sabia?  Toby arqueou uma das sobrancelhas curioso e eles caminharam até a poeta da sala.   "O que pensa que está fazendo interrogando minha mulher?"  Ela repetiu a frase e igualmente deu enfase em "minha mulher".
 Eu cuido daquilo que é meu.  Eles ficaram um instante em silencio apenas olhando um para o outro.  Não vai me dizer nada?  Ele perguntou baixinho e deu um passo ficando assim cada vez mais perto dela.
 E o que eu poderia dizer?  Perguntou no mesmo tom.
 Eu já disse isso antes e você me respondeu "não sou sua".

 Nós saímos apenas duas vezes...  Suas mãos suavam, ela sentia a adrenalina em seu corpo e só conseguia se perguntar: Como deixei isso acontecer?  Mas acho que...  Ela mordeu o lábio tentando segurar as palavras, mas elas eram fortes demais para serem presas!  Você me ganhou.  Toby ficou alguns segundos parado, olhando fixamente pra ela enquanto absorvia aquelas palavras. Alycia o observava aguardando algum tipo de reação e quando pensou que ele ficaria ali abobalhado com suas palavras, ele tomou uma atitude. Largou a bolsa dela, deixou que os livros caíssem no chão e tomou-a em seus braços beijando-a apaixonadamente! Era um caminho sem volta, Alycia sabia bem disso, mas pela primeira vez em tantos meses... ela aceitou correr o risco de perde-se em alguém.

CONTINUA

--

esse capítulo deve ser glorificado em pé pela igreja, pq gostei dele!
vai ter continuação sim e já estou pensando nos tiros que posso colocar. o.k?
espero que tenham gostado <3
respostas aqui |
por hoje é só, até o próximo. beijos!

Resultado de imagem para camp rock gifs tumblr Resultado de imagem para camp rock gifs tumblr

será que era o perez fazendo aquela ligação?